24 jun 2016

Academia Cristina Cará, um capítulo especial na história da dança

Agenda, Apresentações 1 comentário

Mais do que dar um nome à academia, onde cumpre a função de diretora e coreógrafa, Cristina Cará faz parte da história da dança na região e da vida de muitos bailarinos. Esse é um dos motivos pelos quais ela receberá, no próximo dia 29 de junho, o Prêmio Absollut.
Diariamente, desde que começou no mundo da dança, aos 7 anos, Cris acompanha o universo da dança e, desde quando fundou a academia, em 1984, aos 22 anos, envolve-se com dedicação ao aprendizado de seus alunos.
Toda sua vida buscou, com muito estudo, especializar-se para fazer da Academia Cristina Cará uma das maiores academias de dança do Brasil. É formada em Educação Física e pós-graduada em MBA em Dança. Aperfeiçoou-se na modalidade Jazz com grandes mestres do Brasil e de Nova York.
Atuou como professora, jurada e coreógrafa nos maiores festivais de dança do Brasil e exterior. Em 2005, por exemplo, recebeu o prêmio de coreógrafa revelação no Festival de Dança de Joinville, um dois mais reconhecidos do mundo. Já em 2008 e 2009, no mesmo Festival, conquistou o 1º lugar na modalidade Jazz Avançado.
Cristina Cará ainda foi premiada em três edições consecutivas (2006, 2007 e 2008) no YAGP – Youth American Grand Prix, em Nova York.
Mais recentemente, ministrou aulas no 2º Congresso Internacional Jazz Dance, ao lado de grandes nomes, como Sheila Barker (USA) e Josh Bergasse (USA).
Confira mais na entrevista.

Como se iniciou sua história com a dança?
Eu comecei com 7 anos com uma francesa que deu aula no Tênis Clube, em São José. Ela foi embora e eu não dancei por um ano. Depois, aos 9 anos, comecei a fazer aulas com a Damares Antelmo e nunca mais parei. A partir dos 15, já comecei a viajar fazendo cursos e fiz todas as modalidades – Ballet, Jazz, Contemporânea, etc. Mas, apaixonei-me mesmo pelo Jazz. A partir dos 15 anos, já comecei a dar aulas e abri minha própria academia aos 22 anos. Não foi nada programado, aconteceu. Não foi nem pensando “vou viver disso”, foi tudo por amor mesmo.

Quando decidiu que ia ser bailarina?
Foi muito cedo. Quando eu comecei, saindo de São José para conhecer mais, indo para o Rio de Janeiro e para São Paulo, na minha cabeça nunca existiu outra opção.

Encontrou dificuldades?
Em todas as profissões você tem dificuldades, mas com foco e amor pelo que faz, você esquece.

Quais foram suas inspirações?
Foram ícones do Jazz na minha época de aprendizado, como Rose Calheiros, Joyce Kerman, Marly Tavares, etc.

Um momento da sua carreira que te marcou?
No Brasil, foi quando ganhei como melhor coreógrafa do Festival de Joinville, em 2005. No exterior, foi quando levei meu grupo para Nova York no YAGP (Youth America Grand Prix), e conseguimos o segundo lugar.

Qual a diferença que vê entre o passado e hoje?
Acho que hoje, com a globalização, as pessoas estão estudando e investindo mais no mundo da dança. Quando eu podia imaginar que ia levar meu grupo para Nova York e ser premiada lá? Bailarinos da academia hoje estão em grandes companhias. Na minha época, esse mundo era inacessível. Hoje, eles mostram esses caminhos e muitas portas estão se abrindo.

O que espera da dança ?
Meu dever como mestre da dança é continuar orientando os que querem seguir carreira para que eles possam voar.

Como é o seu processo de criação para as coreografias?
Para mim incrivelmente é a música primeiro. Vem a música e depois a ideia – e ela tem que bater 100% comigo, se eu não curtir, não sai nada. Se for bom, tudo flui junto. Depois, também, vem um trabalho de pesquisa baseada no tema que queremos apresentar.

Nome completo:
Cristina Cará

Data de nascimento:
27/03/1962

Local de nascimento:
São José dos Campos

A dança é:
Meu caso de amor com a vida

1 Resposta para “Academia Cristina Cará, um capítulo especial na história da dança”

  1. Vera Fantinato says:

    A CRISTINA É UM SER FABULOSO… SÓ DE ENTRAR EM SEU ESPAÇO JÁ ME SENTI ABENÇOADA.
    FAZER PARTE COMO ALUNA, ENTÃO… ME ELEVOU AO MEU GRANDE EU …

    PARABÉNS SEMPRE A TODOS DE SUA ESPECIALÍSSIMA EQUIPE

Deixe seu comentário

Mensagem: